terça-feira, 1 de novembro de 2016

Vontade de perdoar

Per-doar. Doar completamente. Dar tudo de si. Essa é etimologia deste ato tão difícil. Difícil mesmo dar tudo de si a alguém que não te deu nada. Talvez justamente por isso está posto como um passo mais próximo da espiritualidade ideal, mais próximo de Deus, mais próximo de uma santificação. Por que perdoar é um ato extremamente difícil de ser concretizado. Mas ao mesmo tempo, como faz sentido! Dizem que quem não tem nada não consegue dar, às vezes nem receber! Agora quem tem, pode dar e receber, sabe como fazê-los bem; pelo menos, em tese. E se for brincar com a palavra, sai mais coisas: per - doar. Per - do - ar. Pelo ar. Pernoitar. Petrificar. Purificar. "Pururucar" (hmmm). Que delícia deve ser perdoar. Amar. Sei e não sei perdoar, assim como amar. Sei e não sei. Espero e torço para aprender, desaprender, reaprender. Porque pensar que perdoou não é o mesmo que perdoar. Quem sabe um dia o perdão chega em sua gloriosa forma e fique e se mantenha e não se desprenda. Perdoar, como eu gostaria de perdoar.

Paula Arrais.